Skip to content

Categoria: Saúde

Dicas de como tratar e remover os calos 

Os calos são inchaços duros ou áreas ásperas da pele nos dedos dos pés, sola e calcanhar que podem ser amarelas ou rachadas e que podem doer muito. 

Os calos podem ser sensíveis ao toque e causar dor ao usar calçados femininos. Eles não são perigosos, mas podem causar desconforto ou dor, devido à irritação ou inflamação causada pela pressão na pele subjacente. Para se livrar do desconforto, é importante tratá-los.

Como tratar os calos?

Os calos menores geralmente desaparecem por conta própria simplesmente eliminando a pressão que os causa. Se um calo causar irritação ou dor, existem várias maneiras de aliviar a pressão e tratá-la. 

Uma vez que o tratamento é iniciado, geralmente leva cerca de 2 a 4 semanas para que os calos desapareçam. De qualquer forma, pode ajudar a cuidar dos pés lavando-os e secando-os bem e hidratando-os regularmente.

Se sua pele estiver dormente devido à má circulação, diabetes ou danos nos nervos, você deve consultar seu médico antes de começar a tratá-los.

Lixar os pés

No caso de um calo que cause irritação, ele pode ser suavemente limado com uma pedra-pomes para aliviar a pressão. É altamente recomendável certificar-se de que a pele foi hidratada e suavizada primeiro. Mergulhe os calos em água quente por 10 minutos para amolecer a pele. 

Mergulhe a pedra-pomes na água e remova suavemente a pele morta em movimentos circulares ou laterais. Tenha cuidado para não remover muita pele, pois pode causar sangramento e infecção. Remova apenas pequenas quantidades e repita a ação regularmente até que o calo desapareça.

Prevenção é a chave!

Esses tratamentos aliviam rapidamente a pressão e farão com que o calo desapareça em 2-4 semanas. No entanto, o calo geralmente retorna se a fonte de pressão que o causa permanecer. Portanto, é importante identificar a causa da pressão e removê-la. 

A solução muitas vezes é mudar o tipo de calçado, escolhendo um modelo mais confortável ou usar acolchoamento, priorize o conforto em vez da moda do calçado. Em alguns casos, palmilhas podem ajudar. Em casos raros, pode ser necessária intervenção médica.

Quando devo consultar meu médico?

Embora os calos não sejam perigosos, eles podem causar irritação, inflamação ou até ulceração. Em casos de inflamação ou dor severa, consulte o seu médico. Quando você não tiver certeza se é um calo, é recomendável que você consulte um médico.

Os aparecimentos frequentes podem ser causados por anormalidades do pé, como deformidades, anormalidades ósseas estruturais, mau alinhamento ósseo ou marcha anormal. 

Em caso de calos frequentes e persistentes, é aconselhável consultar um médico ou um podólogo para identificar as causas. Nesses casos, uma almofada ou palmilha específica pode ajudar a evitar que os calos retornem. Em casos raros, a cirurgia pode ser necessária.

Leave a Comment

O que é aromaterapia e óleos essenciais

Aromaterapia significa promover a saúde e o bem-estar mental por meio da utilização de óleos essenciais. Alguns até chamam a aromaterapia de terapia temperada com óleos essenciais.

Os óleos essenciais são líquidos concentrados extraídos das plantas e de suas partes, como folhas, frutos, sementes, cascas, resinas, madeira, frutas e flores. Eles têm muitas propriedades curativas diferentes e cada um tem seu próprio aroma encantador. 

O que é especial sobre os óleos essenciais é que eles evaporam rapidamente em temperatura ambiente e suas partículas são pequenas o suficiente para penetrar efetivamente em nossas membranas celulares. Seus fortes efeitos terapêuticos também são baseados nesses fatores.

Como óleos essenciais são feitos 

Os óleos essenciais podem ser extraídos por destilação a vapor ou prensagem a frio.

Destilação a vapor: o método de preparação mais comumente usado

A destilação a vapor é usada há muito tempo como método de extração de óleos essenciais e é o processo que melhor preserva as propriedades dos extratos vegetais. 

Utilizando o método de destilação, é possível separar partes da planta em temperaturas abaixo do ponto de ebulição e, assim, preservar a estrutura básica do óleo. Além disso, os óleos essenciais são mais fáceis de separar da água no final do processo.

Processo:

1. O vapor é passado através do material vegetal em um recipiente de vidro fechado;

2. O vapor evapora os produtos químicos mais leves encontrados no material vegetal;

3. O vapor é coletado através de um tubo para um condensador que resfria o vapor de volta a um líquido formulário;

4. O processo produz dois produtos – óleo essencial e água;

5. Como a água e o óleo não se misturam, o óleo essencial pode ser facilmente separado da água.

Prensagem a frio: Método de preparação para óleos cítricos

Outro método de extração comumente usado é a prensagem a frio. É usado para extrair óleos essenciais de frutas cítricas como limão, tangerina, lima e laranja. Isso ocorre porque os óleos cítricos são danificados se o calor for usado em seu processo de extração.

Primeiro, as cascas são separadas do resto da fruta e picadas. Eles são então misturados e comprimidos para dar uma mistura aquosa pastosa que se separa após algumas horas quando deixada em repouso. O óleo essencial é então separado da porção aquosa da base.

Lembre-se de que os óleos prensados ​​a frio geralmente têm uma vida útil curta, então não os compre em grandes quantidades.

História dos óleos essenciais 

Acredita-se que os antigos egípcios usavam oleos essenciais e aromaterapia como a primeira civilização do mundo há cerca de 3.500 anos. Os óleos essenciais eram usados ​​em cosméticos, rituais religiosos e finalidades médicas, entre outras coisas. 

Os egípcios produziam a maior parte de seu óleo por destilação é um método chamado enfleurage. Isso envolvia colocar folhas e pétalas entre camadas de gordura animal, que eram então misturadas com óleos vegetais.

Os chineses e indianos também usaram diligentemente ervas aromáticas e outras plantas. Na Índia, seu uso se tornou uma parte importante da medicina ayurvédica.

Os antigos gregos aprenderam muito de seus conhecimentos médicos com os egípcios. O próprio Hipócrates usava a massagem de aromaterapia como parte de seus tratamentos.

Os romanos, por sua vez, aprenderam seus conhecimentos com os gregos. Eles reconheceram a importante ligação entre saúde e higiene e usaram a aromaterapia como parte dessa filosofia.

Com o colapso do Império Romano e o início da Idade das Trevas, os fitoterapeutas e monges monásticos das aldeias mantiveram o conhecimento da fitoterapia e da aromaterapia vivas. 

No entanto, a Igreja não encorajou tais práticas, e muitos desses curandeiros foram queimados na fogueira como bruxos. A igreja também condenou o banho como pecado, por exemplo, então ervas e outras plantas aromáticas foram usadas para mascarar odores corporais e repelir parasitas.

Durante o renascimento que se seguiu, o nível de conhecimento geral aumentou e os médicos começaram a usar tratamentos mais holísticos, como remédios à base de ervas, cada vez mais amplamente.

A aromaterapia moderna começou a surgir por volta de 1937, quando foi popularizada por um químico francês e fabricante de perfumes, Gattefossé. Ele estava convencido do potencial dos óleos essenciais enquanto queimava as mãos e os tratava com sucesso com óleo essencial de lavanda. 

Na década de 1950, durante a Segunda Guerra Mundial, os óleos essenciais foram usados ​​para tratar soldados feridos. Hoje, a aromaterapia é considerada uma arte e uma ciência. 

Nos últimos anos, tem recebido atenção crescente de pesquisadores e outros círculos científicos. Quando inalados, os óleos essenciais afetam os nervos do nariz de maneiras diferentes. 

Esses nervos estão intimamente relacionados ao centro da memória e das emoções do cérebro. Portanto, a aromaterapia pode ser usada efetivamente para evocar ou reforçar emoções e memórias positivas. Isso pode ter efeitos reconfortantes e de promoção da saúde.

Os aromaterapeutas modernos podem usar óleos essenciais na pele em uma massagem de aromaterapia quando misturados com um óleo carreador, como o óleo de amêndoa. O uso de difusor de aroma para refrescar o ar ambiente também é comum.

 

Leave a Comment

Unha encravada: o que é e como cuidar

Uma unha encravada ocorre com mais frequência no dedão do pé, é dolorosa e pode inflamar. Abaixo, você aprenderá mais sobre os sintomas, as causas e os possíveis tratamentos para uma unha encravada.

O que é uma unha encravada?

A pressão da unha encravada no tecido circundante geralmente resulta em uma inflamação dolorosa. As bactérias podem entrar no tecido irritado com mais facilidade e piorar a inflamação. O chamado tecido de granulação ou também denominado carne selvagem começa a proliferar durante o processo de cicatrização.

Por causa da dor incômoda, as pessoas afetadas costumam cortar as unhas dos pés ainda mais curtas. Se o sapato pressionar, mesmo que ligeiramente, pressionar a ponta da unha no tecido pode resultar em uma nova unha encravada. Isso cria um círculo vicioso do qual as pessoas afetadas não podem sair sem ajuda médica ou de outro especialista.

Quais são os sintomas?

Uma unha encravada é realmente muito fácil de detectar. Os seguintes sintomas podem ser observados:

  • Inflamação
  • Vermelhidão
  • Inchaço
  • Dores
  • Sangrando
  • Feridas purulentas ou purulentas
  • Odor desagradável das bactérias
  • Carne selvagem sobre a unha

Como é formada uma unha encravada?

A causa mais comum de uma unha encravada é que a borda lateral da unha é empurrada para o tecido e a unha continua a crescer. Isso fere a pele, o que leva à inflamação. Mas o que faz com que a unha seja pressionada contra o tecido? Isso pode ter as seguintes causas:

  • Sapatos que são muito apertados
  • Unhas cortadas incorretamente – curtas ou arredondadas nos cantos
  • Pés suados
  • Obesidade
  • Diabetes
  • Fraqueza crônica nas pernas
  • Insuficiência cardíaca
  • Fraqueza renal
  • Medicamentos usados ​​para tratar o câncer

Como é o tratamento de unha encravada

No tratamento conservador da unha encravada, a primeira coisa a fazer é remover o tecido da unha. Ao empurrar uma tira de gesso acolchoada entre a pele e a unha, mais ar entra no meio e o paciente sente imediatamente o alívio da dor.

Como a unha encravada geralmente causa inflamação, o tratamento com iodo é recomendado. Para que a pomada antiinflamatória também funcione, pedilúvios são aconselhados com antecedência.

O amolecimento do tecido facilita o tratamento com pomada e gesso.Se a unha for muito arredondada nas laterais, também pode ser tratada com uma cinta de correção de unha. Este consiste em plástico ou fio de aço e é preso às bordas do prego e fixado no meio. 

A pessoa afetada deve usar o aparelho de correção da unha por 6 a 12 meses para puxar a unha encravada para fora do leito ungueal. Portanto, esse processo é muito tedioso porque a unha praticamente ganha uma nova forma.

Cirurgia, em casos mais graves, no entanto, as medidas conservadoras são insuficientes para tratar a unha encravada. Em seguida, os cantos encravados da unha e o tecido de granulação devem ser removidos cirurgicamente sob anestesia local.

Após a operação, um pequeno curativo ou gesso é aplicado na ferida, que deve ser verificado regularmente pelo médico. Caso contrário, a unha pode crescer novamente. 

Se isso acontecer, é aconselhável a redução do leito ungueal por meio de novo procedimento cirúrgico. O médico remove a unha afetada e a parede lateral da unha em forma de cunha, o que torna a unha mais estreita e evita que ela cresça novamente. A pessoa afetada deve usar um adesivo por um tempo e trocá-lo regularmente.

Para unhas encravadas, o tratamento precoce desempenha um papel particularmente importante. Os métodos conservadores são promissores, mesmo que as pessoas afetadas tenham que ser pacientes. Mas mesmo nos casos piores e após uma operação, os sintomas desaparecem rapidamente.

O que posso fazer preventivamente e para obter alívio?

Pode ajudar a aparar as unhas retas, não ovais. Pessoas mais velhas são frequentemente afetadas por unhas encravadas porque não podem mais cuidar adequadamente de seus pés e unhas devido à dificuldade de mobilidade. 

Nesses casos, faz sentido procurar atendimento médico para os pés. Além disso, sapatos masculinos muito apertados e pequenos devem ser evitados. Em vez disso, é aconselhável escolher sapatos respiráveis ​​no tamanho certo.

Se uma unha encravada se desenvolver , um banho de pés para limpar a área dolorida pode ajudar. Simplesmente molhe os pés por 10 a 20 minutos e empurre a pele para longe da ponta da unha encravada. Não se esqueça de secar bem os pés após o banho. Em seguida, trate a ferida com pomadas, óleos, géis ou tinturas antissépticos e anti-inflamatórios.

Leave a Comment

Difusor ultrassônico de aroma: vantagens e desvantagens

Com difusores ultrassônicos de aroma, as oscilações elétricas são convertidas em vibrações mecânicas. Estes então quebram o óleo em micropartículas. Há um recipiente no dispositivo, que é enchido com água e algumas gotas do óleo desejado antes da operação.

Normalmente, um disco é feito para girar dentro do tanque de água. Isso quebra o óleo e cria uma névoa que é liberada para o exterior. As substâncias aromáticas podem então ser distribuídas na sala por meio desse fluxo de ar.

Como a maioria dos difusores de fragrâncias disponíveis hoje em dia usa essa tecnologia ultrassônica, você pode escolher entre uma ampla variedade de designs, materiais e designs.

A maioria dos nebulizadores ultrassônicos, por exemplo, ilumina sua sala com luzes LED coloridas, se desejar. Os dispositivos estão disponíveis em várias faixas de preço, mas principalmente mais baratos do que os difusores sem água.

Como os óleos são diluídos em água, os aromas não se distribuem de forma concentrada, mas sim dentro de uma névoa úmida no ambiente. Isso às vezes é visto como uma desvantagem para os efeitos terapêuticos dos óleos essenciais.

No entanto, o uso da água oferece uma função adicional. Você também pode usar o nebulizador ultrassônico de fragrância como umidificador. Esta função é particularmente útil na estação fria e em ambientes aquecidos. Você pode usá-lo para prevenir secura das membranas mucosas ou olhos secos.

A diluição tem a vantagem adicional de que você só precisa de algumas gotas de óleo por vez e, portanto, pode usá-lo por mais tempo. Isso ajudará você a economizar dinheiro a longo prazo.

Como funciona um difusor de aroma sem água e quais são suas vantagens e desvantagens?

Os difusores de aroma sem água, ainda não tão difundidos na área alemã, caracterizam-se por espalharem os óleos essenciais de forma rápida e eficaz na forma pura e não diluída. Isso lhes dá um efeito mais intenso, razão pela qual muitas vezes são preferidos para uso terapêutico.

Frequentemente, esses são os chamados difusores de nebulização. Funcionam de maneira semelhante aos atomizadores de perfume. Você usa uma bomba para dividir o óleo em micropartículas usando ar comprimido e soprá-lo no ar como um spray fino ou névoa.

Com esta tecnologia de spray frio, é possível distribuir rapidamente as essências do óleo essencial de uma forma altamente concentrada na sala. Alguns fabricantes também usam bicos nano especiais.

Vantagens

  • Operação fácil sem água
  • Alta concentração de óleo
  • Principalmente mais barato
  • Disponível em muitas variantes
  • Também atua como umidificador
  • Ajuda a economizar óleo

Desvantagens

  • Um pouco caro
  • Menos modelos disponíveis
  • Maior consumo de óleo
  • Água é necessária
  • Diluição dos óleos essenciais

Em difusores sem água, o óleo geralmente está em pequenos frascos que são simplesmente rosqueados no dispositivo antes da operação. Com alguns modelos, os óleos mais espessos podem causar entupimentos incômodos, outros só podem ser usados ​​com óleos essenciais 100% e não com outros óleos de fragrâncias.

Visto que nenhuma água é usada, você não pode usar os dispositivos para aumentar a umidade. No entanto, dependendo das suas necessidades, isso também pode ser uma vantagem.

Você pode usar esses fatores para comparar e classificar os difusores de aroma

A seguir, gostaríamos de mostrar quais fatores você pode usar para comparar e avaliar os purificadores de ar . Isso tornará mais fácil decidir se um determinado dispositivo é adequado para você ou não.

Em resumo, são:

  • altura e peso
  • Consumo de energia e volume
  • Capacidade
  • Funções adicionais
  • LEDs de design / controláveis

Nos parágrafos a seguir, você pode ler sobre quais são os critérios de compra individuais e como classificá-los.

Altura e peso

Os difusores de aroma são geralmente dispositivos muito pequenos que podem ser colocados idealmente em cômodas e secretárias. Devido ao seu pequeno tamanho, podem ser facilmente movidos e, portanto, podem desenvolver o seu efeito em toda a casa. Eles também combinam bem com qualquer decoração e são tudo menos desajeitados.

O tamanho pequeno é obviamente acompanhado por um peso reduzido, apenas a água com que são enchidos desempenha aqui um papel importante, de modo que não devem ser posicionados em superfícies instáveis.

Consumo de energia e volume

Os difusores de aroma convencionais funcionam com uma potência de aproximadamente 10-15 watts. Como a água que contém evapora lenta e suavemente, não é necessária muita eletricidade.

Mesmo se você tiver seu dispositivo em operação o dia todo, os custos de eletricidade são muito baixos e insignificantes. Como já mencionado, os difusores de aroma atuam com muito cuidado para não danificar as fragrâncias e óleos que se espalham.

Capacidade

Se você não fica em casa o tempo todo e não pode reabastecer o dispositivo, a capacidade pode ser decisiva para você. Quanto mais água caber, mais tempo o dispositivo pode funcionar de uma só vez.

No entanto, você também deve prestar atenção à rapidez com que o respectivo dispositivo vaporiza seu conteúdo. Se você mora sozinho e/ou trabalha, deve procurar um difusor de aromas que possa conter várias centenas de mililitros de água para funcionar enquanto você estiver fora.

  • 150 ml até 3 horas de 5-8 gotas
  • 300ml até 6 horas de 10-15 gotas
  • 400 ml até 10 horas de 10-15 gotas
  • 500 ml até 12 horas de 20-25 gotas

A capacidade não só determina o tempo de funcionamento, mas também o tamanho da sala para a qual o difusor é adequado. Você também deve observar que quanto mais capacidade seu difusor tiver, mais óleo de aroma você deve usar.

Funções adicionais

Além da difusão de fragrâncias, os difusores de aromas do nosso lado são sempre umidificadores de ar. Como já foi explicado com os purificadores de ar, eles garantem que a umidade em sua casa seja aumentada.

Você pode achar isso particularmente interessante se você ou seus colegas de quarto tiverem problemas como pele seca, coceira ou dor de garganta. Além disso, alguns dispositivos oferecem a função de um ionizador de ar e, assim, aumentam o bem-estar geral na sala. Aqui, também, você pode ler nosso guia de purificadores de ar novamente para saber mais sobre ele.

LEDs de design/controláveis

Os fabricantes de difusores de aroma estão definitivamente em uma competição de design bacana. Em contraste com os purificadores de ar, é dada atenção a uma aparência atraente para cada dispositivo.

Formas curvas, ótica de madeira, não há limites para a imaginação. Em qualquer caso, poderá desfrutar de um design moderno, que chamará a atenção da sua casa. Além disso, LEDs coloridos são integrados em todos os dispositivos que examinamos, com os quais você pode criar confortavelmente o clima certo em sua casa. Aliás, os difusores também podem ser usados ​​como luz noturna.

Fatos difusores de aroma

Como os óleos essenciais têm um efeito positivo na saúde?

Vários estudos internacionais confirmaram os efeitos positivos dos óleos essenciais em diferentes áreas da saúde pessoal. Diz-se que óleos específicos têm efeitos precisos.

Como os óleos essenciais são totalmente naturais e feitos de plantas, os efeitos negativos quase podem ser descartados, mas uma alergia sempre pode existir. Antes de usar esses óleos, você deve descobrir exatamente quais são seus efeitos e como eles podem beneficiá-lo.

Leave a Comment

Como os relacionamentos se beneficiam do sexo

Além dos benefícios individuais para você e seu parceiro, o sexo regular apoia um relacionamento saudável de várias maneiras. Por exemplo, a oxitocina liberada durante o sexo aumenta a sensação de união e melhora a intimidade emocional.

Sexo em um relacionamento monogâmico aumenta seu nível de compromisso e conexão emocional com a outra pessoa. Expressar amor por meio do sexo aumenta a probabilidade de casais permanecerem juntos. Como resultado, o sexo está positivamente associado a uma menor taxa de divórcio.

Desafios de fazer sexo regular

Os humanos são programados para ansiar pela intimidade do sexo. A falta de sexo pode levar os indivíduos em um relacionamento a se distanciarem e, talvez, procurarem outro lugar. Trabalhar com um terapeuta de casais licenciado pode ajudar a resolver essa lacuna e evitar que problemas se espalhem por todo o casamento.

Às vezes, manter uma vida sexual ativa é difícil ou impossível devido às condições físicas ou psicológicas. Os casais podem manter um relacionamento forte e saudável, apesar dessas barreiras, procurando maneiras não sexuais de melhorar a intimidade .

Iniciando sua vida sexual

A frequência do sexo pode mudar, e frequentemente muda, com o tempo. Mas, isso não significa que a frequência do sexo tenha que ser um declínio progressivo. 

Se você está se perguntando se é possível que o sexo seja tão bom quanto quando você se apaixonou, a resposta é sim. Sexo e intimidade podem melhorar à medida que seu relacionamento amadurece. Só pode exigir um pouco de trabalho extra.

Existem várias maneiras de apimentar sua vida sexual. Olhar para as partes não sexuais de seu relacionamento pode ajudar. Costuma-se afirmar que o maior órgão sexual está entre as orelhas.

Aumentar a frequência do sexo sem se conectar emocionalmente ou aumentar a comunicação provavelmente não produzirá melhorias duradouras em seu relacionamento. Gerenciar o estresse é outro fator chave para uma vida sexual saudável.

Em seu livro, “The Sex-Starved Marriage: Boosting Your Marriage Libido, a Couple’s Guide”, a terapeuta Michele Weiner-Davis sugere uma abordagem “apenas faça”:

“No início, muitos estavam compreensivelmente cautelosos sobre minha abordagem ao estilo Nike em relação à vida sexual; o conselho ‘Just Do It’ ia contra tudo o que eles acreditavam sobre como o desejo sexual se desenvolve. 

Muitas vezes eu podia ver o alívio no rosto das pessoas quando souberam que a falta de impulsos sexuais inesperados não significava necessariamente um problema. Não significava que havia algo de errado com eles ou que faltava algo em seus casamentos. Apenas significava que eles experimentaram desejo de forma diferente.”

Se você sempre espera que seu nível de desejo se iguale ao de seu parceiro, pode ficar esperando por um longo tempo. Em vez disso, comunique suas necessidades e trabalhe em conjunto para encontrar um meio-termo.

Uma palavra de um especialista

Fazer sexo com mais frequência (ou pelo menos uma vez por semana) oferece vários benefícios para um relacionamento amoroso e de apoio. Dito isso, aumentar a intimidade ainda é possível se você não puder fazer sexo.

Se você não faz sexo regularmente, pergunte-se por quê. Às vezes, consultar um terapeuta sexual pode ser a melhor maneira de trabalhar seu relacionamento e seus problemas pessoais. A terapia beneficia indivíduos e casais.

Leia mais em: Sexy it sexshop

Leave a Comment

Qual O melhor tipo De filtro de agua?

Comprar o melhor filtro de água é importante para obter uma água de qualidade e mais saudável.

Isso porque, apesar da água ser tratada pelo serviço municipal, antes de chegar até a torneira de nossas casas, ainda há inúmeros fatores que podem comprometer a qualidade da água, incluindo diversas impurezas e substâncias.

Desse modo, todas essas sujeiras podem acabar prejudicando a sua saúde e causando algumas reações adversas em seu organismo a longo prazo.

Assim sendo, continue lendo para conhecer qual o melhor tipo de filtro de água para você!

Quais são os tipos de filtro?

Legenda: Água caindo.

Muitas pessoas possuem o hábito de comprar águas de garrafinha no mercado, para não beber da torneira de casa.

No entanto, além de não ser uma opção barata, também não é nada sustentável.

Pois, as garrafas plásticas podem levar até 200 para se decompor, o que acaba prejudicando o nosso meio ambiente.

Logo, para obter uma água de qualidade, pura, livre de quaisquer impurezas e que possa ser saudável, a melhor solução é comprar um filtro ou purificador de água.

Pois, eles são os responsáveis por reter as impurezas presentes na composição da água que podem trazer alguns riscos à nossa saúde.

Mas, afinal, qual é o melhor tipo de filtro ou purificador de água?

A verdade é que existe uma grande variedade de diferentes tipos de filtros e purificadores, desde os mais básicos, até os mais completos.

O purificador de água Soft é considerado como o melhor, porque possui aprovação do Inmetro, uma entidade brasileira responsável por determinar as normas de qualidade do produto.

Basicamente, os purificadores de água Soft são capazes de reter completamente todos os tipos de impurezas, microrganismos e substâncias químicas que compõem a água.

Assim como também impede a proliferação das bactérias dentro do refil.

Ou seja, você beberá uma água 100% pura e saudável.

Outra grande vantagem dos purificadores, é que possuem pouquíssimo consumo de energia elétrica e não necessitam o uso de galões d’água.

Pois a água é filtrada no momento do consumo, ao contrário dos filtros tradicionais.

Desse modo, o seu uso contribui para o meio ambiente.

Filtro Ou Purificador De Água

Como dito anteriormente, a água da torneira está repleta de substâncias prejudiciais que podem causar problemas, como por exemplo:

·   Diarreia infecciosa;

·   Cólera;

·   Hepatite A;

·   Entre outros.

Assim sendo, para melhorar a sua qualidade de vida e manter o seu organismo saudável, é de extrema importância beber água através de um filtro ou purificador de água.

Mas, quais são as diferença entre ambos?

Basicamente, os filtros de água são mais simples e baratos em comparação com os purificadores, incluindo os famosos filtros de barro e os de plástico que utilizam galões d’água.

Esses filtros não utilizam energia elétrica e funcionam por meio de uma vela central, responsável por reter as impurezas.

Todavia, não diminuem o nível de bactérias, cloro e outras substâncias presentes na água.

Além disso, a vela do filtro precisará ser higienizada sempre e trocada periodicamente.

Isso porque, ela tende a ficar amarelada com o tempo de uso e, consequentemente, não seguem sendo tão eficaz em reter as impurezas, deixando a água com um gosto estranho.

Diferentemente dos filtros, os purificadores de água são considerados mais completos.

Pois, são capazes de eliminar todas as bactérias, germes, substâncias químicas, como cloreto e sais, dentre outros tipos de impurezas presentes na água.

Além disso, eles também eliminam completamente o sabor do cloro e odores da água.

Portanto, os purificadores são mais eficientes no tratamento da água, o que acaba contribuindo para a melhora da sua saúde e qualidade de vida.

Como dito anteriormente, os purificadores da Filtro Soft salvador possuem qualidade comprovada e altíssima tecnologia. Além disso, são bastante econômicos.

Acesse o site para conhecer mais sobre a linha de purificadores Soft!

Em resumo

Sem dúvida, os purificadores de água são essenciais para que possamos beber uma água que seja de qualidade e mais saudável, sem corrermos o risco de prejudicar a nossa saúde.

Pois, a água da torneira sem ser filtrada, é repleta de impurezas e outras substâncias que podem causar uma série de malefícios para nós.

Por isso, a melhor opção é adquirir um purificador de água para você se manter hidratado e sem correr riscos de saúde.

Enfim, se você ainda estiver com alguma dúvida sobre qual o melhor tipo de filtro, deixe o seu comentário!

Conhece alguém que iria gostar de ler esse conteúdo? Então, não esqueça de compartilhar com ela.

Leave a Comment

Plano de saúde: como encontrar o plano de saúde ideal

Você já pagou por um plano de saúde, e se arrependeu? Seja porque o serviço não possuía tantas coberturas ou porque não havia redes amplas de atendimento, muitas vezes deixamos de lado o que realmente importa para prestar atenção no preço.

O barato, às vezes, sai caro. E o caro nem sempre compensa. Pensando assim, o ideal mesmo é simular plano de saúde e descobrir o que cada operadora tem a oferecer aos seus clientes.

Saiba como encontrar o plano perfeito para cuidar de sua saúde e de seus familiares, de forma que não comprometa seus rendimentos mensais, mas que ofereça tudo que você precisa. Confira!

Simular plano de saúde – o que devo saber?

Antes de contratar um plano de saúde devemos ter em mente que nem todas as operadoras desse ramo são iguais. Por essa razão, simular cotação plano de saúde se faz tão necessário.

No entanto, elas precisam seguir normas da ANS (Agência Nacional de Saúde), como, por exemplo, oferecer coberturas mínimas (plano ambulatório hospitalar e plano para doenças na lista CID-10 da Organização Mundial de Saúde (OMS)).

Fora isso, elas podem cobrir mais ou menos serviços, atender próximo ou longe de casa – isso tudo precisa ser levado em conta na hora de simular plano de saúde.

O que considerar ao simular plano de saúde?

Alguns itens mais importantes para que se possa considerar na hora de simular plano de saúde ideal para você e sua família são:

  • analisar coberturas;
  • verificar as redes credenciadas;
  • conhecer as carências do plano;
  • saber qual é a pontuação da operadora no IDSS.

IDSS (Índice de Desenvolvimento em Saúde Suplementar) é um índice que contém critérios para pontuar positivamente ou não uma operadora de saúde.

Tais critérios incluem satisfação dos consumidores, situação econômico-financeira da empresa, estrutura de assistência da operadora e atenção à saúde. Essa informação você obtém junto a ANS (Agência Nacional de Saúde), e quanto maior a pontuação, melhor é a empresa.

Vai simular plano de saúde? Então siga as informações neste artigo para não ter dúvidas na hora de contratar o serviço ideal para você.

Leave a Comment

A Moringa é uma árvore muito boa

A moringa – Moringa oleifera – às vezes é chamada de superalimento. Este é um termo promocional sem definição científica, usado para promover vários produtos vegetais, especialmente aqueles que as pessoas realmente não gostam muito. Mas também, às vezes, esse termo pode esconder alguns dos benefícios de certas plantas; pode fazê-los soar como um alimento saudável para a saúde, com benefícios não comprovados e alegações duvidosas. No caso da moringa, “superalimento” é uma espécie de undersell; É uma planta com muitos benefícios nutricionais, mas também é fácil de cultivar e, talvez mais importante, pode ser cultivada em locais onde a comida é escassa. (Haverá mais desses lugares em breve.)

Primeiro, alguns antecedentes. Moringa é uma árvore de crescimento rápido; pode chegar a 12 metros de altura, mas tem galhos caídos e finos, geralmente e, com sorte, pesados com vagens longas, que parecem um feijão verde espesso e ondulado. É nativa do sul da Ásia, mas agora é cultivada em todo o mundo, incluindo a América Latina, o Sudeste Asiático e a África Ocidental.

De modo algum é a moringa uma nova planta. Tem sido comumente consumido no sul da Ásia há centenas de anos, e algumas pessoas parecem se divertir um pouco com o manto de superalimento da moda, um pouco como aqueles de nós do norte dos EUA se sentem sobre os blueberries sendo rotulados como tal, com o acrescentou fetichização de uma planta “tradicional” de algum lugar distante. O marketing é tudo muito bobo, mas a planta não é.

Quase toda a árvore é comestível. As folhas são cozidas como espinafre. Os seedpods são comestíveis quando jovens, geralmente fervidos. As sementes são comestíveis quando imaturas ou maduras; eles se parecem com pequenas bolas de futebol. As sementes também podem ser pressionadas pelo seu óleo. As raízes são comestíveis, com um sabor picante reminiscente de rábano.

A composição nutricional de todas essas partes é impressionante. As folhas contêm 27% de proteína em peso seco, incluindo uma gama completa de aminoácidos que os humanos precisam; isso é mais alto que quase qualquer planta além de leguminosas. Carrie Waterman, da Universidade da Califórnia, em Davis, vem estudando a moringa há anos e atesta os altos níveis de vitamina A, vitamina C, vitaminas B e manganês da planta .

Há muitos usos não alimentares também; as folhas têm “atividade antimicrobiana significativa”, de acordo com este estudo , e às vezes são usadas em ou como sabão. As sementes, quando secas, podem fazer parte de um tratamento eficaz de águas residuais . Em áreas com muito vento e longos períodos de seca, pode prevenir a erosão do solo.

Talvez mais importante, a moringa prospera exatamente no tipo de condições sombrias que provavelmente serão cada vez mais comuns no futuro . Prefere solo seco e arenoso, e é altamente tolerante à seca. É fácil germinar. Não tem problemas significativos de pragas. Para uma árvore, ela cresce muito rapidamente, produzindo muitos seedpods no segundo ano.

Porque moringa tem tantas possibilidades, várias pequenas empresas começaram a cultivar e comercializá-lo. A mais conhecida é provavelmente a Kuli Kuli, uma empresa americana dirigida por Lisa Curtis, de 30 anos, na Califórnia, que vende barras energéticas e suplementos em pó em lojas como a Whole Foods e enquanto Kuli Kuli valoriza as propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes da moringa, que a planta certamente tem, outros que trabalham com a moringa estão mais interessados na capacidade que a planta tem de fornecer nutrição àqueles que de outra forma não conseguiriam.

O projeto Kariba Redd, no norte do Zimbábue, treina e ajuda as comunidades locais a cultivar a moringa, naturalizada há algumas décadas. Dezenas de agricultores agora cultivam moringa lá, principalmente como uma cultura comercial. A Iniciativa de Desenvolvimento Rural, outro grupo, tem plantado moringa na Zâmbia desde 2013 , especificamente para o povo zambiano. A desnutrição é um problema sério na Zâmbia , com 40% das crianças com menos de 5 anos tendo um crescimento retardado e 53% sofrendo de anemia. O projeto de IDI agora tem milhões de árvores moringa plantadas, com dezenas de agricultores usando a moringa tanto como safra comercial quanto colhendo folhas e sementes para uso da comunidade.

Nas ilhas Tristão da Guiné, na África Ocidental, uma organização chamada Partenariat Recherches Environnement Medias (PREM) treinou mulheres para plantar e colher moringa, e forneceu estações de secagem movidas a energia solar para preservar o excesso de folhas, seja para uso local ou para ser pulverizado e vendido. É especialmente valioso em lugares onde o alimento primário – milho, arroz – não é muito denso em nutrientes.

Moringa é um projeto de estimação em todo o mundo. E apesar do marketing superalimentado, realmente tem algumas possibilidades incríveis para pessoas com insegurança alimentar, especialmente em regiões quentes e secas.

Leave a Comment

Sua saúde é normal?

A pílula anticoncepcional é uma das invenções científicas mais importantes na saúde das mulheres no último meio século (hurra pela liberdade, certo?). Mas um efeito colateral menos discutido é como o desejo sexual da mulher sobre a pílula pode mudar. Se você desenvolveu mais energia que um coelho Duracell, ou está com uma secura pior que a do Saara, não se preocupe; não é uma explicação para as mudanças no seu corpo e seu desejo sexual a pílula. Então, se você está preocupado com o que é “normal”, continue a ler.

Como muitos de nós sabemos, a pílula é uma invenção maravilhosa; Ele oferece às mulheres a liberdade de escolher quando ter filhos. Também pode ser usado para parar e atrasar períodos , ajudar algumas mulheres com enxaqueca, ajudar outras pessoas com problemas de pele e até mesmo diminuir o risco de alguns tipos de câncer. Nesta fase, é muito difícil imaginar nossas vidas sem isso, certo? Mas você deve lembrar que a pílula não funciona perfeitamente para todas as mulheres em todos os momentos; hormônios podem afetar o corpo humano de maneiras diferentes, afinal.

Quando se trata da libido feminina, a maioria dos usuários de controle de natalidade não relata nenhuma mudança. Mas para outros, uma diminuição do desejo sexual pela pílula pode afetar seus relacionamentos íntimos e sua autoconfiança, enquanto algumas mulheres relatam um desejo maior de ter relações sexuais, o que também pode impactar muito em suas vidas (geralmente de uma maneira positiva!). Seja qual for a situação em que você se encontre, lembre-se de que todas as reações estão totalmente bem – não há ‘normal’ quando se trata do seu desejo sexual com a pílula. A maneira como seu corpo se comporta é exatamente como supostamente – e você sempre será capaz de trocar contraceptivos se não gostar de como se sente. Aqui, nós dividimos o que causa mudanças no seu desejo sexual com a pílula e o que fazer sobre isso.

Por que meu libido quando tomo pílula diminuiu ?

Um mergulho no desejo de fazer sexo pode ser causado por vários fatores, antes de vinculá-lo ao seu anticoncepcional, talvez se pergunte; “O meu relacionamento está indo tão bem quanto poderia?” Ou “estou sob muito estresse?”. Fatores de estilo de vida são geralmente a causa mais comum de perda de libido em mulheres.

No entanto, se você acha que sua pílula pode estar impedindo você de desenvolver um apetite sexual, há algumas razões científicas para o porquê. As pílulas anticoncepcionais funcionam liberando hormônios que impedem a ovulação, mas mesmo que você não tenha menstruação a cada mês, seus ovários ainda estão ativos e produzem testosterona, o que ajuda a regular seu desejo sexual. O estrogênio em seu controle de natalidade afeta os níveis de testosterona, o que significa que há menos flutuando em torno de seu corpo e seus níveis hormonais podem permanecer bastante estáveis em vez disso.

Se você é uma daquelas mulheres que, antes de tomar a contracepção, usados para desfrutar de ter enormes picos de seu sexo-drive em torno do tempo de seu período (ou seja, você ficou animado um monte mais facilmente) que você pode, portanto, perceber isso ‘nivelamento’ do seu apetite sexual e achar isso perturbador. Alterações nos níveis de estrogênio também podem contribuir para a secura vaginal durante o sexo também, o que, por sua vez, pode afetar seu nível de confiança no quarto e dificultar a conexão com seu parceiro.

Por que meu libido aumentou ?

Por outro lado, algumas mulheres experimentarão um aumento do desejo sexual pelo tesão de vaca. Essa libido maior pode ser psicológica, pois a conseqüência da queda da gravidez é removida do ato de fazer sexo. Mas também, como os contraceptivos impedem a eliminação natural do revestimento do útero pelo corpo e, em vez disso, produzem períodos de imitação, muitos usuários relatam uma redução nas cólicas, dores de cabeça e outros desconfortos menstruais gerais, cuja ausência pode contribuir para aguçar seu apetite sexual.

O que fazer com a mudança do libido

Na maioria dos casos, qualquer alteração na sua libido sobre a pílula irá ocorrer em poucos meses e isso inclui aumento da libido. No entanto, se você está atualmente tomando pílulas anticoncepcionais e precisa aumentar sua libido, fale com seu médico sobre suas preocupações e elas podem ser capazes de encontrar uma opção melhor. Às vezes, um desejo sexual diminuído pode ser alterado, mudando para uma pílula com mais estrogênio e menos progesterona pode ajudar a restaurar seu va-va-voom em alguns casos. E, claro, anticoncepcionais não hormonais, como preservativos ou DIU de cobre, não interferirão no seu desejo sexual.

Leave a Comment

Cinco coisas que você pode fazer para controlar os desejos por comida

Enquanto o slogan publicitário da década de 1960 para as batatas fritas de Lay estava correto: “Ninguém pode comer apenas um”, todos podem encontrar maneiras de controlar o apetite.

Aqui estão cinco dicas para controlar os desejos de comida sem desistir de todos os prazeres que a comida saborosa pode trazer.

Você não precisa ser escravo da comida

Mais cedo ou mais tarde, quase todos receberam os lanches. Para muitos de nós, é um desejo de chocolate. Nós podemos querer algo crocante, crocante e rica em carboidratos, como batatas fritas, ou talvez os nossos desejos são para alimentos de conforto que nos reconectar tempos felizes antes em nossas vidas.

1. Vá para fora por alguns minutos

Se você vive perto de uma loja de padaria ou doces, é possível que este método não é a melhor maneira de controlar os desejos de comida, mas para a maioria de nós, uma mudança de cenário “desconecta” o nosso cérebro dos estímulos que nós Eles fazem você querer comida. Isto é especialmente verdadeiro se, por exemplo, adora hambúrgueres e batatas fritas do McDonald e seu apetite é estimulado ver um comercial de televisão. Se você não pode sair, simplesmente indo para uma sala diferente (além da cozinha) geralmente ajuda.

2. Fora da vista, fora da mente

Você provavelmente já ouviu a velha piada sobre a dieta “ver comida”. Quando você vê comida, você come. O oposto, no entanto, é verdadeiro. Se você não vê comida, é provável que você não a acompanhe apenas preencha um desejo. Manter as guloseimas presas atrás das portas opacas do armário, pelo menos, retarda o cumprimento de seu apetite pelos alimentos que arruínam seus objetivos de dieta.

3. Adicione sopa à sua dieta

dieta dos pontos é uma moda perene em muitos países. A última rodada de invenções de sopa de repolho tem pessoas que adicionam açaí à sopa de repolho, o que é simplesmente esquisito. Comer grandes quantidades de sopa de repolho é uma abordagem insustentável para controlar os desejos de comida. Comer cerca de um copo (cerca de 250 ml) de sopa em fogo baixo antes de uma refeição, no entanto, reduz o apetite para o resto da refeição.

A Dra. Barbara Rolls, da Escola de Medicina da Universidade da Pensilvânia, e o Departamento de Nutrição da Universidade Estadual da Pensilvânia, literalmente realizaram centenas de experimentos usando a sopa como “pré-carga” para a redução do apetite.

Em média, coma uma tigela de sopa (sem sopas cremosas, nem crotons nem biscoitos) reduz o consumo durante o resto da refeição em aproximadamente 150 calorias. Essa é uma maneira de perder cerca de 3/4 quilos ou 1-1 / 2 libras por mês. E repolho não é necessário.

4. Enlouqueça

Pesquisadores australianos descobriram que adicionar calorias à dieta, se as calorias vêm de amêndoas ou nozes de macadâmia, pode causar perda de peso. O mecanismo exato ainda está por ser determinado, mas os cientistas acreditam que o ácido oleico e outras gorduras saudáveis ​​nas nozes reduzem o apetite e também reduzem a inflamação na gordura da barriga. A redução da inflamação permite a perda de fluido aprisionado entre as células adiposas densamente compactadas. Comer até 100 g de nozes por dia, apesar das calorias extras, geralmente resulta na perda de uma libra (cerca de 1/2 quilo) por mês.

5. Coma de qualquer maneira

É muito melhor ir em frente e ter um pouco de indulgência do que comer muitas coisas que você não quer enquanto pensa em comer a única coisa que deseja. Ninguém doou uma dieta à dieta de ninguém. Uma caixa de donuts, ou talvez uma caixa de biscoitos, um pacote de queijo e um bolo de chocolate inteiro, enquanto você se sentia chateado por não ter comido aquele donut (ou outro alimento que você queria) poderia simplesmente causar problemas. É melhor ceder a uma pequena tentação e voltar à sua dieta do que meditar sobre a comida que você não pode ter.

Leave a Comment